Conheça algumas inovações da manufatura avançada - Tünkers do Brasil

Conheça algumas inovações da manufatura avançada

A manufatura avançada, também conhecida como indústria 4.0, se mostra cada vez mais importante para a otimização de processos industriais, com novas tecnologias aplicadas nas produções.   Ela tem a capacidade de atender à diversos requisitos e necessidades de produção, com a possibilidade de personalização das instalações, dispensando investimentos excessivos.   A manufatura avançada pode […]

A manufatura avançada, também conhecida como indústria 4.0, se mostra cada vez mais importante para a otimização de processos industriais, com novas tecnologias aplicadas nas produções.

 

Ela tem a capacidade de atender à diversos requisitos e necessidades de produção, com a possibilidade de personalização das instalações, dispensando investimentos excessivos.

 

A manufatura avançada pode impactar positivamente a economia, com melhora significativa nas produções em diferentes segmentos de atuação, independente das dimensões dos negócios.

O que é a manufatura avançada?

 

A manufatura avançada é a combinação de tecnologias para que as empresas inovem e otimizem os seus processos produtivos. 

 

As plataformas integradas e robotizadas são sustentadas por tecnologias em nuvem e automação. Os resultados são atividades realizadas de maneira mais ágil, com mais autonomia, eficiência e foco na qualidade dos serviços ou produtos.

 

O objetivo da manufatura avançada, ou indústria 4.0, não é apenas transformar as unidades fabris. Trata-se de um conjunto de ferramentas que podem transformar todo o cenário industrial.

 

Na prática, uma empresa de projetos elétricos, por exemplo, terá processos muito mais inteligentes e dispensando interações humanas. 

 

As linhas de montagem dos componentes trocam informações e realizam as atividades de maneira autônoma, por meio de:

  • Digitalização e conectividade entre os processos;
  • Maquinários operando com sistemas robotizados;
  • Processamento de grandes volumes de dados;
  • Computação e armazenamento de informações em nuvem;
  • Integração de sistemas de produção;
  • Utilização de tecnologias de inteligência artificial;
  • Uso de sensores inteligentes e internet das coisas;
  • Aplicação da realidade aumentada;
  • Simulações com digital twins;
  • Monitoramento dos sistemas em tempo real.

 

Portanto, de uma maneira geral, pode-se dizer que a manufatura avançada ainda é caracterizada pelo emprego de tecnologias não tradicionais para a melhoria dos sistemas de produção.

 

As novas tecnologias possibilitam o desenvolvimento mais acelerado das unidades industriais focadas em serviços de usinagem, entre outros tipos de atividades.

Benefícios da manufatura avançada

 

Com uma intensa transformação nas indústrias de fabricação e atividades logísticas, a manufatura avançada conecta dados, pessoas, processos, serviços e sistemas. 

 

Os ativos de produção permitem o uso de informações para processos de fabricação mais inteligentes. Desta forma, é possível apontar como principais benefícios:

Segurança para tarefas de maior risco

Atividades que precisam ser realizadas em locais de difícil acesso, ou que representem riscos para os colaboradores de uma empresa de montagem industrial, por exemplo, podem ser realizadas com os maquinários robóticos. 

 

Desta forma, as unidades fabris diminuem a ocorrência de acidentes com os funcionários e conseguem melhorar as condições dos ambientes laborais.

 

Além disso, a manufatura avançada também possibilita o monitoramento de aspectos como a temperatura, a umidade e a proteção de riscos, contribuindo na dimensão humana e social das fábricas.

Redução de custos de produção

As soluções tecnológicas da manufatura avançada permitem a substituição da mão de obra humana em determinadas atividades, dependendo da natureza das produções. Com isso, tem-se uma redução nos custos com funcionários e questões trabalhistas. 

 

Por outro lado, as instalações permitem processos mais confiáveis. Diminuindo a ocorrência de erros e desperdícios, as empresas também conseguem diminuir os gastos.

Alta produtividade

O aumento na produtividade é uma das principais metas de fabricantes de pontes rolantes, entre outros produtores industriais, de diversos setores. 

 

Para aumentar a eficiência operacional da planta industrial, a manufatura avançada contribui com a redução de paradas na produção. Também foca na prevenção de erros e atrasos, visa o aumento da velocidade de produção, a melhoria no uso dos ativos industriais, entre outros aspectos.

Melhorias no controle de qualidade em tempo real

As tecnologias da manufatura avançada permitem a geração e análise de dados. Com acesso em tempo real à diversas estatísticas relacionadas às atividades, é possível atingir a satisfação dos consumidores, aumentando a qualidade em cada detalhe do processo de produção.

 

Não se trata apenas de produzir mais em menos tempo, mas sim de oferecer produtos com maior qualidade. Isso é possível porque a manufatura avançada minimiza os erros e falhas, alinhando as produções às expectativas do empreendedor e, principalmente, dos clientes.

Maior continuidade e mais possibilidades de monitoramento

Nos casos em que ativos industriais quebram ou falham, o conserto costuma atrapalhar toda a linha produtiva nas empresas de moldes, para exemplificar. 

 

Geralmente essas ocorrências afetam as produções, porque têm um custo elevado e podem resultar até em atrasos ou queda na qualidade, prejudiciais para a satisfação dos clientes.

 

Entretanto, a manufatura avançada permite a conexão e monitoramento dos ativos por meio da Internet das Coisas. Assim, os problemas podem ser interceptados antes de afetarem toda a produção. A previsão possibilita manutenções preventivas, dispensando as ações corretivas, que podem custar mais em diversos sentidos.

Personalização para os novos consumidores

Atualmente, com a revolução digital, comportamentos dos consumidores evoluem de maneira mais dinâmica, e as empresas precisam se adaptar às novas exigências e preferências do seu público.

 

Os clientes buscam cada vez mais identificação com produtos, serviços e marcas, priorizando a personalização dos produtos segundo gostos e necessidades pessoais. 

 

Por conta dessa tendência, as plataformas digitais também são utilizadas para uma interação mais direta entre ambas as partes, possibilitando a customização.

Desenvolvimento de capacidades inovadoras e novos modelos de receita

A manufatura avançada aplicada em uma empresa de engenharia elétrica SP, para exemplificar, é capaz de transformar processos, funções e o atendimento ao cliente, melhorando as experiências e habilidades do empreendimento.

 

A implementação agrega valor aos processos industriais e, com o desenvolvimento de capacidades inovadoras, também é possível diversificar os modelos de receita.

 

Novos modelos de negócios tendem a surgir, principalmente com o impacto do trabalho inovador na indústria 4.0. Desta forma, mesmo os setores mais tradicionais podem mudar e evoluir bastante.

Desafios na implantação da manufatura avançada

 

Apesar de ser cada vez mais popular e valorizada nos ambientes industriais, muitos empreendedores ainda encontram dificuldades para implantar a manufatura avançada em suas empresas. 

 

Nesse sentido, os principais desafios enfrentados pelos empresários são:

1. Falta de conhecimento

Em muitas unidades fabris ainda faltam noções básicas sobre a manufatura avançada. 

A falta de cultura digital pode ser uma barreira para empresas de automação, que auxiliam os empreendimentos na adaptação às novas tecnologias.

 

A solução é que os gestores sejam educados com relação à importância dessa atualização, procurando informações para aprofundar seus conhecimentos e implantar os sistemas avançados da maneira adequada.

2. Alto custo de implantação

Muitos empresários citam o custo de aquisição e instalação das tecnologias como um empecilho. Outro pesar frequente é a falta de linhas de financiamento específicas para os investimentos nessa área, auxiliando as indústrias nas melhorias.

 

Entretanto, é preciso pensar que o valor necessário para a implantação das tecnologias é compensado pela melhoria no desempenho, com redução de custos e outros benefícios, já destacados.

 

Outra questão é o fato de que a popularização das soluções também contribui para que elas fiquem mais baratas com o passar do tempo.

3. Qualificação dos funcionários

A falta de mão de obra qualificada pode ser um problema para as empresas que visam a transição para a manufatura avançada. 

 

Uma empresa de automação residencial, por exemplo, precisa contar com colaboradores capazes de extrair o maior potencial produtivo das tecnologias, em benefício dos clientes.

 

A solução é que as empresas foquem mais na capacitação dos profissionais. Assim, eles aprendem não só a operar os novos maquinários, mas também conseguem gerir dados e buscar o melhor aproveitamento das instalações.

4. Ausência de infraestrutura e incentivo

Não é raro encontrar uma unidade fabril com potencial para crescimento, mas sem infraestrutura para a implantação da manufatura avançada. 

 

As barreiras podem ser diversas, como a falta de uma internet de banda larga com qualidade para suportar os sistemas tecnológicos, por exemplo.

 

Nesse sentido, é importante que os empresários estejam sempre em movimento, em busca de mais competitividade, tanto no cenário nacional quanto internacional. 

 

Além disso, o ideal seria que o governo oferecesse melhores condições para o desenvolvimento tecnológico no país. 

 

Enquanto isso não ocorre, parcerias e financiamentos podem ajudar a diminuir as barreiras para o desenvolvimento industrial.

5. Inexperiência no processo de transição

O modelo industrial atual não teve grandes evoluções e transformações nas últimas décadas. Por isso muitas empresas se encontram estagnadas, com pouco preparo para lidar com a transição para a manufatura avançada.

 

Entretanto, esse problema pode ser contornado com qualificação para os gestores, profissionais responsáveis pelo gerenciamento da indústria. Eles também devem procurar engenheiros e profissionais especialistas e investir em projetos piloto. Assim, conseguem realizar testes em menor escala, que ajudam no aprendizado.

 

Com os inúmeros benefícios resultantes da aplicação da manufatura avançada, o setor industrial possibilita maior retorno financeiro. A conclusão é que a modernização das unidades fabris contribui para a competitividade no mercado, destacando as empresas com infraestrutura mais atualizada.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Clientes

www.maps-generator.com